Curiosidades » Cândido Portinari

Christiane Angelotti

Cândido Portinari nasceu no dia 30 de dezembro de 1903, numa fazenda de café, em Brodósqui, cidade do no interior do Estado de São Paulo. Filho de imigrantes italianos, de origem humilde, cursou apenas a escola primária.
Desde muito cedo, Candinho, como era chamado pela família, já manifestava sua vocação artística, e desenhava em tudo em que era possível: papel de cigarros, na areia... Aos quinze anos de idade foi para o Rio de Janeiro estudar pintura na Escola Nacional de Belas-Artes.
Em 1928 conquistou o Prêmio de Viagem ao Estrangeiro, da Exposição Geral de Belas-Artes, de tradição acadêmica. Permaneceu morando em Paris por dois anos , retornando ao Brasil em 1931. Seu período fora do país, parece ter lhe servido de grande inspiração, passou então, a retratar nas suas obras o povo brasileiro, nossa cultura, registrando em suas obrar um caráter inovador e moderno.
Portinari fez parte de uma fase de grande mudança no conceito estético e cultural do Brasil. O trabalho de Portinari teve também muita repercussão e reconhecimento fora do país. Em 1948, Portinari se auto-exilou no Uruguai, por motivos políticos.
Pintou cerca de cinco mil obras, de pequenos esboços a gigantescos murais.
Portinari pintou quadros belíssimos e com temas diversos. Em suas obras é possível encontrar muitos quadros relacionados à infância, quando ele retrata diversas brincadeiras infantis, as crianças.
Cândido Portinari faleceu no dia 6 de fevereiro de 1962, vítima de intoxicação pelas tintas que utilizava.
Proibida a reprodução deste texto sem autorização da autora.
E-mail: chris@angelotti.eti.br

Sugestão de Projeto para Professores:
Vida e obra de Cândido Portinari

Descrição:O Projeto visa ao conhecimento da vida e obra de Portinari, através do estudo de alguns trabalhos e de atividades de artes relacionadas a eles.
Objetivos:
1. Conhecer o artista e o contexto histórico de suas obras.
2. Despertar a curiosidade e o gosto pela arte.
3. Ampliar os conhecimentos gerais dos alunos.
4. Promover atividades artísticas baseadas nas obras estudadas

Sugestões de Atividades:
1. Apresentar aos alunos algumas telas do artista, perguntando se eles já viram alguma daquelas obras, se sabem quem pintou, quando foram feitas, que assuntos retratam etc. 2. Organizar os alunos em grupo para pesquisarem sobre o artista, via Internet ou utilizando material impresso, levantando dados biográficos.
3. Confeccionar cartazes com o material pesquisado para a sala ou mural da escola.
4. Propor aos alunos a seleção de algumas obras, classificando-as por temas: brincadeiras infantis, paisagens do interior, retratos, cenas de retirantes, trabalhadores rurais etc.
5. Organizar os alunos em grupos de modo que cada um se encarregue de estudar detalhadamente as obras classificadas pelos temas: perceber detalhes repetidos, cores mais usadas, elementos presentes em situações atuais ou que não se observam hoje em dia, ambientações específicas, tipos de traços etc.
6. Propor aos alunos a preparação de materiais lúdicos baseados nas obras estudadas: quebra-cabeças, jogo dos sete erros, olho vivo, palavras cruzadas, caça-palavras etc.
7. Trabalhar as diferentes técnicas artísticas - desenho, pintura, colagem, escultura, maquete - fazendo releituras das obras estudadas ou trabalhos semelhantes aos do artista.
9. Organizar uma exposição de todos os trabalhos na própria escola, cuidando que cada um tenha o registro do processo.
11. Promover apresentações sobre o artista e sua obra para outras turmas da escola, aproveitando o material lúdico produzido.

Dicas para os professores:
1. Aproveite o teor social da maioria das obras de Portinari para fazer um painel histórico-geográfico, enfocando questões como a seca, condições de trabalho no campo, diferenças dos ambientes do campo e da cidade, brincadeiras antigas e modernas.
2. É de suma importância que os alunos registrem suas pesquisas e impressões sobre o trabalho, sob a forma de redações, textos coletivos, murais, pequenos textos explicativos. Incentive-os a procurar nos jornais e revistas as indicações de exposições e mostras de arte e até mesmo produzir um pequeno guia com sugestões de programas culturais.
3. É possível explorar de forma bastante rica as aulas de Educação Artística: experimente apresentar uma obra e pedir que os alunos reproduzam-na com outro material - lápis cera, aquarela, colagem etc. Outra atividade interessante é apresentar partes diferentes de uma mesma obra, coladas sobre folha branca e sugerir que os alunos as continuem.
4. Também é possível reproduzir uma obra de maneira tridimensional, através de maquetes ou esculturas.

Atividades Extras:
1. Assistir a vídeos sobre o artista.
2. Visitar museus ou mostras que apresentem obras do artista.

Faixa Etária: Da pré-escola até o ensino fundamental, adequando o teor das atividades de pesquisa e registro
Interdisciplinaridade:
1. Artes Plásticas
2. História
3. Educação Musical

Sugestões de Leitura:
- Encontro com Portinari - Rosane Acedo e Cecília Aranha - Coleção Encontro com a Arte Brasileira, Ed Minden
- Portinari - Nadine Trzmielina e Ângela Bonito - Série Crianças Famosas, Ed Callis
- Candido Portinari - Nereide Schilaro Santa Rosa - Coleção Mestres da Arte no Brasil, Ed Moderna
Material Necessário:
1. Laboratório de informática.
2. Scanner.
3. Material para desenho em papel.
4. Reproduções de obras do artista e material biográfico.

Curiosidades
Para conhecer mais sobre o Mestre Portinari,sua história e suas obras, acesse o site do projeto Portinari:
www.portinari.org.br/

Ou os sites: http://www.terra.com.br/diversao/portinari/biografia.htm http://casadeportinari.com.br/principal.htm http://www.culturabrasil.pro.br/portinari.htm http://www.ig.com.br/paginas/cultura/portinari/ http://pt.wikipedia.org/wiki/C%C3%A2ndido_Portinari

Veja mais curiosidades.



Não encontrou? Pesquise abaixo mais conteúdo infantil: